Publicado por: Marcos Palacios | julho 4, 2010

A Voz do Brasil completa 75 anos sob ameaça de extinção

“Era início da noite de segunda-feira 22 de julho de 1935, quando o locutor Luiz Jatobá interrompeu com sua voz grave a programação das 50 rádios que operavam no país. Estreava o Programa nacional, idealizado por um amigo de infância do então presidente, Getúlio Vargas, com o objetivo de propagandear as realizações do governo federal. Em 1939, quando Vargas já estabelecera no país a ditadura do Estado Novo, o programa, rebatizado comoA hora do Brasil, tornou-se transmissão obrigatória pelas emissoras de rádio, sempre no horário das 19 horas. Durante a vigência de outra ditadura, a do regime militar, A hora do Brasil virou A voz do Brasil. Mudou de nome, mas manteve seu caráter compulsório e sua marca registrada: a abertura com os acordes de “O guarani”, a ópera de Carlos Gomes, e a voz de um locutor que anunciava: em Brasília, 19 horas.”

Assim começa o texto da Revista Época, que registra os 75 anos do programa, chamando-o de anacrônico e autoritário. Não é de surpreender a posição da Globo sobre o assunto, pois a veiculação obrigatória, em horário pré-estabelecido, vem sendo contestada há muito tempo e não apenas pela Globo, mas vale a pena conhecer a história da programa. A ameaça de extinção existe: vários projetos tramitam no Congresso propondo mudanças no programa, especialmente a flexibilização de seu horário de transmissão. Flexibilizar levaria à perda do seu sentido original e – eventualmente- sua extinção. É uma forma de se decretar a morte em etapas.

E aqui você ouve uma entrevista com José Carlos de Andrade, apresentador do programa “A Voz do Brasil”. José Carlos fala do papel do programa na vida dos Brasileiros e das curiosidades do programa de rádio mais antigo do hemisfério sul.

Anúncios

Responses

  1. Primera transmisión argentina: Parsifal de Wagner.
    Consultar:
    http://www.youtube.com/watch?v=WVhwTm1Yzeg

    y, también:

    http://www.portalplanetasedna.com.ar/radio_argentina.htm

  2. Sou a favor da Voz do Brasil. Seu conteúdo é muito importante para o Brasil e para os brasileiros. As emissoras não estatais não estão por natureza ideológica e econômica aptas para transmitir o que a voz do Brasil transmite.
    Extinguir este programa radiofônico seria um atentado a república e a democracia.

    Boa noite e muito obrigado

    Adriano Longo / Ribeirão Preto-SP

  3. Impensável!
    Ainda que durante todo o tempo destinado ao programa houvesse silêncio já seria bastante significativo. Seria uma pausa para que nós brasileiros refletíssemos sobre os grandes problemas nacionais, um convite à reflexão
    sobre o exercício da cidadania em nosso país.
    Falar em acabar com A Voz do Brasil é como proibir que se cante o Hino Nacional em solenidades.
    O programa A Voz do Brasil é um dos símbolos dessa nação.
    Mas se a GLOBO quer então vai acabar. É mais fácil acabar com A Voz do Brasil do que com o BIG BROTHER BRASIL.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: