Publicado por: Marcos Palacios | dezembro 11, 2010

Papel marmorizado: uma arte em extinção

Papel marmorizado é um nome que se aplica a papéis decorativos que imitam as texturas do mármore. As origens da arte são controversas: há quem a situe no Japão e na China, nos idos do século XII, mas há quem defenda a tese de que a Turquia ou a Pérsia seriam os berços da técnica. O papel marmorizado chega à Europa por volta do século XV e passa a ser um componente quase onipresente nos livros encadernados à mão, porém utilizado também em objetos de decoração e mesmo para forrar paredes e armários.
A técnica de produção clássica era muito complicada. O efeito era obtido fazendo-se flutuar cores em um líquido e misturando-as através de processos químicos e físicos para se obter um padrão. O papel era então colocado sobre o padrão e retirado. O processo era extremamente complexo, envolvendo delicadas manipulações, controle da tensão superficial dos líquidos utilizados, capilaridade, viscosidade, temperaturas e umidade dos ambientes em que o material era preparado.
Com os inícios da encadernação mecânica, a partir da segunda metade do século XIX, a arte começa a desaparecer gradualmente, mas há ainda quem produza artesanalmente o papel marmorizado, através de processos simplificados, e no site The ancient art of marbling, as técnicas são desvendadas e pode-se comprar o produto final ou materiais para produzi-lo.
Uma excelente coleção de texturas e descrições de técnicas antigas está em uma postagem do Bibliodissey.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: